facebook
Etapas da Produção de Feno e Pré-secado

Etapas da Produção de Feno e Pré-secado

Etapas da Produção de Feno e Pré-secado A produção de feno e pré-secado envolve uma série de etapas agrícolas específicas que garantem a qualidade do produto final. Para o feno, as etapas incluem o corte da forragem, o amontoamento, o virar para a secagem uniforme e, por fim, o enfardamento. Já para o pré-secado, além dessas etapas, há a necessidade de um processo de secagem adicional antes do enfardamento. A diferença crucial entre os dois processos está no teor de umidade ideal no momento do enfardamento. : A produção de feno e pré-secado envolve uma série de operações agrícolas específicas que garantem a qualidade do produto final. Vamos detalhar as etapas para ambos os processos e destacar as diferenças cruciais, principalmente em relação ao teor de umidade no momento do enfardamento.

Corte (Segadeira)

A forragem é cortada com uma segadeira, idealmente durante a fase de crescimento mais adequada para maximizar a qualidade nutricional. O ponto de corte é fundamental para garantir que a planta mantenha altos níveis de nutrientes.

Para transporte, as segadeiras EasyCut R são fechadas hidraulicamente, pivotando em mais de 90°, concentrando seu centro de massa no centro do trator, o que garante um transporte suave e seguro.

Espalhamento

Após o corte, a forragem é espalhada uniformemente no campo. Esta etapa é crucial para permitir uma desidratação uniforme e eficiente da forragem, reduzindo o teor de umidade e evitando a formação de mofo.

Contando com itens de série como o controle central de espalhamento hidráulico, os espalhadores rebocados KRONE podem trabalhar obliquamente, evitando desperdícios nas divisas de lavouras.

Enleiramento

Uma vez que a forragem tenha atingido um nível de umidade adequado, ela é enleirada, ou seja, agrupada em fileiras. Isso facilita o processo de recolhimento posterior.

Com modelos de 3,80m e 4,60m de largura de trabalho, os enleiradores de único rotor KRONE podem ser utilizados para leiras únicas ou duplas, garantido uma grande flexibilidade de operações.

Enfardamento

Finalmente, a forragem é enfardada utilizando uma enfardadora. Para o feno, o teor de umidade no momento do enfardamento deve estar entre 15% e 20%, garantindo que o feno seja armazenado sem risco de fermentação ou deterioração.

A linha COMPRIMA é equipada de série com ejetor de fardos, que garante a remoção do fardo de dentro da câmara de enfardamento mesmo em terrenos íngrimes, e o deposita gentilmente sobre o solo, evitando quaisquer danos durante a ejeção.

Empacotamento (pré-secado)

Diferentemente do feno, o pré-secado passa por uma etapa adicional de empacotamento. Isso é feito para selar os fardos, limitando a entrada de oxigênio e promovendo uma fermentação controlada que preserva a qualidade da forragem

Os empacotadores EasyWrap são equipados com válvulas hidráulicas proporcionais. Esse sistema permite que o empacotamento ocorra suavemente e com velocidades variáveis, resultando em maior eficiência e rapidez na operação. Além disso, as curvas de aceleração e desaceleração suaves evitam o rompimento do filme, assegurando uma operação contínua. O modelo EasyWrap 150 é a máquina de único satélite mais rápida do mercado, com o braço girando a até 36 rpm. No modelo EasyWrap 165T, essa velocidade pode chegar até 40 rpm, alcançando rendimentos operacionais sem precedentes.


Diferenças Cruciais

Teor de Umidade no Enfardamento:

    • Feno: Deve estar entre 15% e 20%.
    • Pré-Secado: Deve estar entre 40% e 50%.

Conclusão

A produção de feno e pré-secado segue etapas similares de corte, espalhamento e enleiramento, mas diverge significativamente no teor de umidade no momento do enfardamento e na etapa adicional de empacotamento do pré-secado. Essas diferenças são essenciais para garantir a qualidade final do produto e a sua adequada conservação.


Referências

Krone Lança o Novo Espalhador Vendro C 1340

Krone Lança o Novo Espalhador Vendro C 1340

A Krone apresenta o Vendro C 1340, um espalhador de 12 rotores com 13,34 metros de largura de trabalho, destacando-se pela eficiência e conforto operacional. Equipado com o conceito de rotor OptiTurn, este modelo topo de linha garante adaptação ideal ao solo e recolhimento preciso das culturas.

Por Que Ter Sua Própria Forrageira Autopropelida

Por Que Ter Sua Própria Forrageira Autopropelida

Adquirir uma forrageira autopropelida é uma decisão estratégica que pode transformar a eficiência e a qualidade da produção de silagem em sua fazenda. Mas o que motiva os produtores a fazerem esse investimento significativo? A seguir, exploramos os principais motivos...